São Paulo Ilhabela
24/09/2017 MAPA GALERIA


Cachoeira Paquetá

A Cachoeira Paquetá, localizada na Ilhabela, litoral de São Paulo, é cenário perfeito para amantes de fotografia, possui, em sua última queda, uma paisagem de borda infinita, criada naturalmente, com vistas ao mar.

No curso da trilha para chegar ao mirante há 2 quedas com poços para banho, em água límpida e gelada.

Os borrachudos - figurinhas sempre presentes nos passeios da Ilha - são mais intensos em locais de água doce. Sempre vá ao local com repelentes OLEOSOS e calçado com meia, para amenizar as picadas.

O acesso ao inicio da trilha fica depois da Praia Grande, a referência é virar à esquerda, na avenida principal, depois de passar pelo Hotel Ilhabela Alemão Beach. Depois existem precárias placas sinalizando o trajeto.

Há um estacionamento no inicio da trilha, no valor de R$ 10,00, por veículo. O acesso à cachoeira, porém, é gratuito.

A trilha, de grau médio, possui cerca de 1 km de extensão, com trechos íngremes e escorregadios, em meio à Mata Atlântica. É possível, portanto, que se encontre cobras no trajeto. Sempre vá de calçado.

Não existe qualquer estrutura no lugar, leve consigo água, frutas e lanches. Não jogue lixo no chão, preserve a natureza.



Ilhabela

O litoral de São Paulo abriga muitas belezas naturais, principalmente no litoral norte do estado, uma porção dessas belezas encontram-se em Ilhabela - ilha que faz jus ao nome.

Com uma área total de 347,5 km², a Ilhabela é berço de diversas cachoeiras e praias, muitas praticamente intocadas pela ação do homem.

É chamada da Capital da Vela, pela excelência das condições de vento e mar do canal de São Sebastião para prática de esportes náuticos, a propulsão do vento.

Possui um belo centrinho, repleto de bares, restaurantes e lojinhas, com estrutura densa para receber turistas.

Ao longo de seu extenso litoral, principalmente na face da ilha que faz frente ao continente, existem uma gama de opções de pousadas, para todo o estilo e bolso.

Há, no decorrer do ano, diversas festas comemorativas e shows na Ilha.

O destino também é bastante frequentado pela classe alta paulista, é comum avistar iates luxuosos e carros esportivos, em toda Ilha.


como chegar em ilhabela

O principal acesso à Ilha é feito por balsa, que transporta carro e pessoas. O embarque é realizado através de São Sebastião e o percurso dura em média 30 minutos, a depender da agitação da maré.

O acesso restrito controla, de forma indireta, a quantidade de pessoas na ilha, mas pode se tornar um inconveniente em feriados, férias e datas festivas, porque rende longa horas de espera na fila.

Embora seja mais caro, é possível marcar hora para fazer a travessia, pelo serviço de “hora marcada”, contratado pelo internet, poupando a espera.

Idosos e portadores de necessidades especiais têm preferência na fila.


como transitar em ilhabela

A melhor opção é ir de carro, porque as praias são bastante distantes uma das outras. Mas existem ônibus que operam no local, não alcançado, porém, todas as praias.

Há várias praias e cachoeiras que somente são acessíveis por trilhas, carros 4x4 ou barcos, principalmente na face da ilha que faz frente ao oceano. Assim, antes de ir a Ilha, faça seu roteiro, planejando qual praia pretende visitar e qual meio de transporte utilizará.

Outra opção é contratar serviços das agências de turismo.


passeios de barcos ou jeep

A maioria das agências que operam na ilha possuem convênio com os hotéis. Se informe na recepção sobre valores ou opções.

Os preços podem variar de acordo com a data e agência utilizada. É possível barganhar um precinho diferenciado fora de temporada.

O principal passeio de jeep é para praia de Castelhanos e os de lancha tradicionalmente fazem à volta na Ilha. Mas é possível contratar passeios para praia específicas.

Outra opção, inclusive a que utilizamos em nossa viagem, é contratar barco de pescadores para levar até a praia escolhida, combinando o horário de volta, assim você terá mais tempo pra curtir o destino e também economizará uma graninha. Mas somente assim opte se não ligar para luxo, pois os barcos dos pescadores não costumam ser rápidos nem tampouco estruturados.


onde ficar em ilhabela

Como o litoral é extenso, existem diversas praias que possuem pousadas, mas a maioria não possui vida noturna ativa.

Assim, se pretende usufruir da vida noturna, o ideal é ficar próximo ao centro e durante o dia transitar para as praias e cachoeiras da região.

Se deseja mais sossego, fique nas praias mais afastadas.

Há também muitas casas e condomínios na Ilha, existem pessoas que as alugam para temporada e finais de semana. A depender da quantidade de pessoas, essa opção são muito mais baratas que hotéis ou pousadas.


quando ir à ilhabela

O litoral paulista é, em regra, atingido pelo frio do inverno. Não é recomendável, portanto, ir à Ilhabela nos meses de abril a setembro.

No restante dos meses costuma ter temperatura agradável para banho, embora com mais incidência de chuvas passageiras.

Apesar de as condições climáticas, há festivais o ano todo na ilha, que movimentam o turismo.


os borrachudos

É impossível falar de Ilhabela sem falar deles. É uma luta constante combatê-los durante toda estadia na ilha, principalmente nas praias mais afastadas do centro.

Acho que não teria graça usufruir do paraíso sem uma dificuldade, para isso eles sempre estão presentes. A dica é manter-se sobre a proteção constante de repelentes OLEOSOS. Há pescadores que utilizam óleo de cozinha.

Outra valiosa dica é usar meia comprida, mesmo na praia, pois são os pés o local predileto dos borrachudos.


Mapa da região


Mais Ilhabela